Pavões + Aniversários...

22:10 Gi Milanetto 11 Comments

Duas camadas de 336, Kiko + Guilty, Zoya e Silver Bullet, BBF, finalizado com duas camadas de Verniz Extra Brilho, Impala.
Hoje é meu vigésimo quinto aniversário. Eu me lembro de alguns desses vinte e cinco.
De um no qual fiquei emburrada de ter que viajar pra Monte Alto, por conta do casamento de uma prima que mal conhecia. Outro, no qual fizemos festa acampando em chácara. Teve um no qual os meninos da banda e o Povinhu da Pizza me fizeram uma festa surpresa, trocando dinheiro pelo meu "lado cego" - a franja cobria minha visão do lado direito... Muitos, de pequena, no Mamys Burguer, que tinha casa na árvore e hamburguer, provavelmente sucesso porque não tinha Mc Donalds na cidade ainda, ou numa pizzaria. E mais um, no qual fiquei lamentando na frente da tela do ICQ pelo fato da minha melhor amiga ter se esquecido da data. Alguma vez, passei um tempo do dia esperando num consultório médico, e assisti à cena clássica de Ghost na tevê. No último ano de faculdade, quando me fizeram um bolo de pavão... De outro, também na faculdade, no qual almocei sozinha num restaurante japonês pra comemorar. E de uns vários, nos quais trocava religiosamente testimonials do Orkut na data, com a bromance nascida quatro dias antes. Outros vários, que passei com o namorado, só esperando dar meia-noite. Do de quatorze anos, com cinco amigas, batendo cabeça ouvindo rock num quarto minúsculo, e o de quinze, no qual fui assistir ao show do Silverchair como presente. E deste, que passei fechando material atrasado pelas enxaquecas, papeando no Facebook e ouvindo Silverchair, dez anos depois.

Esmaltisticamente, "tive" três aniversários: 2010, de Cosmopolitan, da Colorama - era o esmalte que eu estava há dias, nem tinha me ligado até ir comemorar o aniversário de outra amiga e ver mais ela e umas outras meninas com o mesmo tom nas unhas. Eu já tinha uma coleçãozinha, e fiquei me perguntando por que diabos passei o aniversário de vermelho...


Em 2011, mais espertinha, fiz uma combinação com o Punk, da L.A. Girl, que era o máximo da duocromia que eu havia conseguido até então, e com o Techno da China Glaze - o auge do glitter diferente, hex e holo... Também tirei a foto com a vela, pra contar no Flickr que era meu aniversário...


Em 2012, aproveitei a data pra usar o Across the Universe, da Deborah Lippmann, que desejei o ano anterior inteiro e que foi muito usado como esmalte de aniversário naquela época... E todas essas foram fotos tiradas com o meu celular que só foi trocado neste aniversário...


 Esse ano, foi azul de novo, e com toque pavonístico ryco na real, tou escrevendo esse texto enquanto faço as unhas, não tenho certeza de que vai ficar ryco assim HAHAHA... E vejam só como as palavras tem poder - deu meio errado HAHAHAHAH


As penas de pavão são um water decal dourado, mas como transferi pra unha espelhado, ficou prata, e pra completar a trollagem com a minha pessoa, mudou pra dourado pálido quando passei o top coat. A ideia inicial seria usar apenas o Guilty, da Zoya, com as penas de pavão nos anelares e dedões. Como o desenho ficou prata, misturei o Silver Bullet, da BBF, pra criar a transição. Na mão direita, os water decals ficaram certinhos, e na esquerda, dourado desbotadinho - não menos bonito. Enfim, gostei, apesar dos imprevistos...


O Kiko é um 'azul elétrico', como as amigas chamam. Lindíssimo e meio mutante - agora à noite, parecia mais escuro que nessas fotos -, se passado com amor no coração, uma camada resolve. Como queria algo perfeitinho, usei duas. O top coat de ouro é o Guilty, do lindo kit da Zoya, Guilty Pleasures. Ele foi amor e ódio juntos - o primeiro veio com o top coat de ouro rachado e já seco, e a embalagem murcha. Veio da Maria Gastadeira, e quando o Leo ficou à par da situação, já se ofereceu para me enviar outro, que chegou uns dias antes do aniversário. Já estava com o Midas separado pra usar nessa esmaltação, mas como o Zoya chegou, quis testá-lo.


Sempre ficam uns floquinhos levantados quando uso esse tipo de esmalte. Dessa vez, esperei estar quase seco e apertei com os dedos, sabendo que o top coat tiraria a marca. Gostei muito do acabamento!
A próxima foto é meio esquisita, mas queria registrar os water decals dos dedões... Também deu pra ver bem a diferença do avesso, meio prateado, pro lado correto.


Por fim, as fotos deveras pavonísticas...



E depois de tanta foto e tanta correria no dia vinte e cinco no qual completei vinte e cinco anos, o que muda, pelo fato de ser a data do aniversário? Na verdade, não muita coisa. É um dia que talvez funcione como um ano-novo pessoal - creio que parei pra pensar e lembrar tanto hoje quanto no dia primeiro de janeiro.

Texto enorme e sentimental, perdão HAHAHA

11 comentários:

Godiva, Zoya

11:11 Gi Milanetto 9 Comments

Uma camada de Sand, Beauty Color + uma camada de Godiva, Zoya.
O Godiva foi certamente o Zoya arenoso que mais me chamou atenção. Primeiramente por ser um tom de nude do qual eu gosto muito - beginho, meio amarelado - e também por conta do nome. E pra completar meu carinho por esse vidrinho, ainda ganhei duma amiga muito querida - Lu, tu é quase minha madrinha dos esmaltes - sem você, provavelmente nem esse blog existiria <3 E ainda posso dizer que este é um esmalte com nome de mulher poderosa que ganhei de outra mulher poderosa... Explicando o nome do vidrinho:


Lady Godiva foi uma inglesa do século XI, pertencente à nobreza que, cansada de pedir ao marido que diminuísse a carga de impostos cobrados dos camponeses, cedeu à condição que ele lhe impusera para reduzir os tributos - que ela cavalgasse nua pela cidade. Após ordenar que todos se trancassem em suas casas, saiu pelas ruas à cavalo, adornada apenas pelos longos cabelos. Após o ocorrido, o marido, possivelmente com o rabo entre as pernas, cedeu. Não há registros históricos do fato, que acabou ganhando caráter de lenda, inspirando pinturas, esculturasmúsicas e muito mais mundo afora - foi por causa desta música do link, inclusive, que tive a curiosidade de descobrir quem era a tal da Lady Godiva. A escultura, ao meu ver, lembra muito a cor do esmalte, embora eu sempre imaginasse um vermelho queimado chamado Godiva, por conta da pintura.


O esmalte é muito delicado. Quem tinha receio deste acabamento por achar que seria áspero e incômodo, pode tentar algum desta coleção, a Pixie Dust. Achei mais delicados que os OPI, tanto na granulação quanto no brilho - o nude é repleto de glitters fininhos prateados.


O mais curioso sou eu, molecona de quase-vinte-e-cinco-anos, cara de quinze, jeans surrado, tênis e camiseta, com mão de mulher phyna e rica... Parafraseando a Tatá, é mais ou menos isso...


9 comentários:

Linguado, by Dany Vianna

17:12 Gi Milanetto 18 Comments


Duas camadas de Côte D'Azur, Panvel + uma camada de Twist, Jade + pontas com Linguado, by Dany Vianna, finalizado com Verniz Extra Brilho, Impala.
Eis o último esmalte que usei da coleção Pequena Sereia, by Dany Vianna. Já mostrei o Under the Sea e o Ariel + Úrsula. Acho que ficou faltando existir um Sebastião! HAHAHA


Esse esmalte foi difícil de encontrar uma boa combinação. Não dou sorte com esse glitter - quando usei o Confetti, escolhi o Gaga For Green da China Glaze como base, que me deixou com as unhas da Mulher Hulk... E ainda não usei o Guacamole da BBF, exatamente por não ter ideia duma boa base.


Acabei optando pelo degradê de glitter, que deixa a manicure delicada e cria um contraste legal com um esmalte mais escuro - quase usei com o Midnight, Hits, mas preferi testar o Twist, Jade, que ainda não havia colocado nas unhas, sobre o Côte D'Azur, Panvel, um azulão escuro lindo.


Os glitters shreds azuis neon são a diferença desse vidrinho. Tem que caçar e posicionar na unha, como qualquer glitter de formato - eles não se ajeitam sozinhos... Mas fiz tudo com o próprio pincel do esmalte, nem precisei recorrer à outras 'ferramentas'...


A combinação ganhou destaque com os glass flecked duochrome do Twist e com o glitter matte amarelo do Linguado. Achei bem diferente!


Mas foram as fotos em macro que me surpreenderam mais. Os glitters em geral, já sabia que ficavam mais legais nesse tipo de foto, mas os 'salpicados de vidro' do Twist também não devem nada a ninguém!



Como sempre, quem quiser comprar estes ou quaisquer outros glitters da Dany, só ficar de olho na fanpage da marca, na qual avisa-se das lojas que estão com estoque e também realiza-se vendas diretamente, ao entrar em contato.

Gostaram? :)

18 comentários:

Ariel & Úrsula, by Dany Vianna

12:00 Gi Milanetto 6 Comments

Duas camadas de Pucci-licious, Color Club + uma camada de Úrsula, by Dany Vianna; uma camadas de Black Jack, Passe Nati + duas camadas de Ariel, by Dany Vianna, finalizado com Verniz Extra Brilho, Impala


Fazia muito tempo que uma manicure minha não era tão elogiada no mundo offline quanto essa foi. Eu mesma gostei muito da combinação - ambas as cores de base são tons bastante acesos, o que deixou o glitter mais alegre. Havia testado com Zoyas roxos e azuis tristinhos, achei lindo, mas como a coleção é bem alegre, me pareceu mais conveniente procurar bases mais vibrantes...


E como sempre, os glitters da Dany são super delicados. Sempre me surpreendo quando vejo ao vivo, que pelas fotos, nunca parecem tão bonitos quanto são. Além de ficarem lisinhos com uma camadinha de top coat comum - base glitter é uma benção, mas demora bastante pra secar...


O Ariel é o meu esmalte preferido desta coleção. O teal com lilás dele resultou numa combinação muito bonita, e que me lembra muito cor de pavão - provavelmente, é por isso que gostei tanto HAHAHA


Nestes macros, dá pra ver melhor como são os glitters. Eu mesma só consigo entender alguns esmaltes depois de ver em macro sim, tenho probleminha de vista e não uso óculos ;(


 E aí, gostaram? Ainda preferem o Under the Sea? Ou talvez botem fé no Linguado? Ou ainda, preferem a coleção inteira pra que a caixinha vá junto? HAHAHA

Quem tiver interesse em comprar estes ou quaisquer outros glitters da Dany, mantenha-se ligado na fanpage da marca, na qual ela avisa quais lojas reestocaram e também vende diretamente pra quem entrar em contato.

6 comentários:

Under the Sea, by Dany Vianna

13:25 Gi Milanetto 16 Comments

Duas camadas de Nobre, Cora ou Make Mine Mango, Revlon + duas camadas de Under the Sea, by Dany Vianna, finalizado com Verniz Extra Brilho, Impala.
Este é o primeiro post pra mostrar a coleção nova da Dany, chamada Pequena Sereia. Como fiz as fotos há uns dias, ainda estão com a marca do Flickr...


Essa é a única foto na qual o rótulo dá uma pinta (e eu adoro exibir esse rótulo por aí, que né, eu que fiz!) porque ainda não era o definitivo. Mas o meu é todo escrito à mão, na letra linda da Dany - exclusividade!
Quando ela me mostrou esse esmalte pela primeira vez, ela já tinha comentado sobre a vontade de criar ou sobre já ter feito, não me lembro hahaha um duo "Ariel & Úrsula". Eu imediatamente associei o Under the Sea à música de mesmo nome do filme da Disney. Aí surgiu a dúvida, duo ou trio?


No fim, virou uma coleção, de quatro vidrinhos. Este foi o primeiro que recebi, e testei sobre vários tons - os que me agradaram mais foram este teal e o coralzinho, apesar de coral ser o meu recalque esmaltístico - gosto da cor e ela não combina muito com a minha pele... Ambos os tons de fundo são traiçoeiros e mutantes em luzes diferentes. Cada foto vai estar de um jeito... A mais próxima do que eu vi com mais frequência é a seguinte:


Pra entrar no clima das próximas fotos, só mentalizar o fundo do mar de A Pequena Sereia!


A combinação dos glitters é muito interessante - tem teal holo, teal matte e hexagonais coral matte, além do charme maior, ao meu ver - esses filetinhos coral matte...




Assim como o duo Love is Easy, essa coleção também ganhou uma caixinha feita por mim! Eu tinha a ideia em mente há um bom tempo, e enquanto estava trampando nela, também papeava com a Dany sobre cantores de ares vintage. Mostrei Back It Up da Caro Emerald pra ela, ganhei um 'e se a caixinha fosse como o clipe?' de volta, e chorei AHAHAHAHA


Mas até que me virei bem. A ideia da caixinha que se abriria como uma ostra e mostrasse a coleção como sua pérola se manteve, só ganhou ares mais vintage, o que é absolutamente coerente com a marca... E porque ando achando que estou virando uma designer muito leite com pera, fiz toda a ilustração à mão, finalizada na caneta nankin, e só tratei e apliquei a tipografia no pc (ainda ficarei boa o suficiente pra desenhar tipografia também hahaha). Normalmente, só faço esboço à mão. Mas falarei dessa embalagem mais pra frente, no Behance.


Os rótulos são como os outros, mas por se tratar de uma coleção, ganharam cores semelhantes à de algum glitter nas partes coloridas. E abaixo uma prévia dos outros glitters da coleção, que devo usar em breve!


 Quem quiser esta coleção ou qualquer outro glitter da Dany, recomendo ficar de olho na fanpage, onde ela avisa as lojas que recebem reposição e aceita encomendas diretas.

E aí, o que acharam?

16 comentários:

Halo, Orly + Belly Dance, Penélope Luz

00:07 Gi Milanetto 48 Comments

Uma camada de Skull & Glossbones, OPI + uma camada de Glow Satin, O Boticário + uma camada de Halo, Orly + pontinhas com Belly Dance, Penélope Luz, finalizado com Seche Vite.


A manicure de hoje foi uma combinação que eu não tinha planejado - muitas vezes, logo que compro um vidrinho novo, já penso em como ele será usado e com quê será combinado. Mas bati o olho nos vidrinhos juntos, testei numa unha e lá estava a esmaltação que eu estava procurando.


Levou um bom tempo pra que eu desejasse o Belly Dance. Achava-o puxado demais pros tons laranjas, e este era um dos tons dos quais não gostava nas minhas unhas. Como pagar a língua é de lei no mundo esmaltístico, cá estou eu achando ele lindo...


O glitter artesanal quebrou a sobriedade da combinação de base, adicionando cores sem tirar a elegância. O Halo é composto de glitters mais ou menos do mesmo tamanho que o Belly Dance, porém apenas em prata e dourado - exatamente por conta do tamanho que achei que a combinação funcionou. A base de tudo foi uma camada de dois esmaltes cor de osso dos quais gosto muito: Skull & Glossbones, OPI e Glow Satin, O Boticário. Ambos facílimos de aplicar!


Normalmente, não gosto das minhas fotos segurando vidrinhos, mas hoje escolhi várias assim! E tenho a sensação de que o Seche Vite deu uma puxada na camada de glitter, deixando as pontinhas sem...



Quem tiver interesse neste ou em qualquer outro Penélope Luz, só ficar de olho na fanpage da marca, na qual a Lu avisa quando alguma loja tem em estoque.

Este foi o primeiro post "do blog" - todos os anteriores haviam sido postados no Flickr e no Tumblr - plataformas que continuarei a usar, creio eu -, por isso a marca d'água deles ainda era Gimimimi, que agora deve ser a assinatura. Por aqui, ainda tá tudo meio beta, então aceito comentários sugerindo mudanças e relatando erros ou só mandando um oi, passei por aqui hahaha!

Obrigada pela visita!

48 comentários:

Is That Silva?, OPI

19:20 Gi Milanetto 1 Comments

Duas camadas de Is That Silva, OPI


Estes esmaltes magnéticos foram uma paixão pra mim, assim que começaram a surgir, mas curiosamente, usei bem menos do que achei que usaria. Já não comprava nenhum há tempos, quando teve um dia de descontinho na Maria Gastadeira pra OPIs e eu não resisti. E definitivamente não me arrependi - lotado de glitters fininhos holográficos, o Is That Silva? é um magnético super elegante - incluindo nessa elegância toda a embalagem em acetato e o ímã, suspenso numa base de acrílico. Minimalista, charmoso e funcional, achei a cara de James Bond, conforme a coleção propõe.

1 comentários:

Geisha, Penélope Luz

18:29 Gi Milanetto 2 Comments

Duas camadas de Luxo!, Ana Hickmann + duas camadas de Geisha, Penélope Luz, finalizado com Verniz Extra Brilho, Impala


Não sou muito fã de esmalte rosa, mas pra esse glitter, abri uma exceção - adorei o efeito matte-perolizado-sei-lá-o-quê deste tom de rosa avermelhado. Uma das primeiras combinações que testei com ele foi essa, com o Luxo! como base, e foi justamente o que usei. Adorei o acabamento deste Ana Hickmann velhinho!


Aproveitando que o tom deste batom é parecido com o do glitter, algumas fotos nas quais ele dá uma pinta... E de vez em quando, elementos que não apenas unhas darão uma pinta nas fotos. Porque a gente não é só unha e dedo, temos mãos e um resto de corpo que eventualmente dá um bom cenário...


2 comentários: