Malfoy's Pet, by Dany Vianna

09:47 Gi Milanetto 8 Comments

Duas camadas de Violeta Acinzentado, Risqué ou uma camada de Império, Colorama + duas camadas de Conquiste Sempre, Impala + uma camada de Malfoy's Pet, by Dany Vianna, finalizado com Extra Brilho, Ideal.


Aí que eu sempre sou vendida com os glitters preferidos, né... Logo que recebi o Malfoy's da Dany, fiquei encantada com ele, mas enrolei pra usar porque sempre tenho vontade de postar as fotos logo... Inicialmente, ia combiná-lo com um offwhite, mas com o frio e como a Dany fez swatches nesse tom, acabei optando por duas cores tristinhas como fundo.


O glitter é composto por algumas das minhas cores preferidas, e a composição ficou muito delicada, como costumam ser todas as criações da Dany. O que mais gosto neste são os holos, que piscam conforme muda a luz... Além de ser um daqueles esmaltes que ficam legais tanto em luz artificial quanto no sol.


Ano passado (ou há mais tempo, não me lembro), lamentei tanto com o namorido que tava frio demais, que ele se lembrou de mim e me comprou um par dessas luvas - Murphy então fez seu papel e o tempo esquentou! Como andou fazendo um frio absurdo nos dias nos quais resolvi usar essa combinação, tirei o pó delas... Foi um pouco mais confortável pra esmaltar, e é um jeito charmoso de mostrar azunha sem passar tanto frio conseguir usar luvas e realizar atividades que exigem dedos, como digitar, escrever à mão ou desenhar. Nas 'costas' da mão, tem um 'gorro' que cobre os quatro dedos enquanto não se está usando, adoro esse modelo de luva!


O Conquiste Sempre, holo de prisma fraquinho da Impala, não funcionou muito bem no meu tom de pele, mas deu bem certo como base para o glitter. Por ser extremamente ralo, nem sei com quantas camadas conseguiria fechar a cor - inclusive, o cheiro deste esmalte lembra demais o extra-brilho roxinho deles, e a consistência lembra um daqueles top coats holográficos que fazíamos antes de serem lançados produtos assim... -, então optei por usar alguma cor como base. A mais próxima que encontrei, na pressa, foi o Império, da Colorama, que provavelmente deixou o holo mais amarelado do que ele seria.


Já o Violeta Acinzentado é um esmalte bem interessante, e cujo nome já descreve muito bem - é um roxo, violeta, escuro e acinzentado, com shimmer rosado. Dizem que é uma versão brasileira do lindo Paradoxal da Chanel - independentemente disso, achei o tom muito bonito, além de fechar o tom com duas camadas.


Outra razão pra eu considerar esse um dos glitter mais queridos que a Dany já inventou é o fato dela ter pensado nos pavões brancos (ou seria nos meio-a-meio?) ao mixar as cores, e né, eu nem gosto de pavão... Além disso, ela, como boa Pottermaníaca, escolheu o nome do vidrinho devido ao fato de que o animal em questão seria um excelente mascote pra família Malfoy, conforme sugere-se logo no começo de The Deathly Hallows:

Obrigada, Dany. Eu jamais me lembraria da referência HAHAH

De qualquer forma, achei que é um nome perfeito pra um esmalte perfeito! (e olha que eu sou Ravenclaw... HAHAHAHAHA)


Também é um glitter quer dá margem pra muitas combinações diferentes, o que é bem legal pra combinações com cara de friozinho e com cara de verãozão!



Pra encerrar, uma foto de Hogwarts:


Quem quiser este ou qualquer outro vidrinho by Dany Vianna, só ficar de olho na fanpage dela, que ela avisa  lá quando as lojas repõem as cores.

8 comentários:

Hype Mix N' Match . tutorial

11:42 Gi Milanetto 22 Comments

Duas camadas de Blanc, Blant Colors + nail art com Charmosa, Dote, Flor de Lótus, Jade e Carteado, Passe Nati + Friends, Ste, finalizado com Extra Brilho, Ideal.
A unha de hoje é culpa das queridas Iva, Kelly e Dany, que ficaram num papo sobre Mix N' Match e me deixaram com vontade de tentar, mesmo eu sabendo da minha dificuldade de escolha de combinações - levo horas escolhendo os esmaltes e minutos na esmaltação...
Pra escolher o tema da minha mix n' match - este é o nome que se dá às manis com quatro ou cinco padrões diferentes numa mesma mão, podendo variar a estampa, cor, acabamento, desde que exista algum elemento de identidade, fazendo com que exista algo em comum entre todas -, fui revirar o Tumblr, que tem uma considerável comunidade esmaltólatra de vários cantos do mundo, e é sempre lotado de boas ideias. Vendo essa mani da Megan, que citava essa da Katt, meu primeiro pensamento foi 'omg, que hype!'. Aí me toquei que nunca tinha feito uma mani hype...

Sorry Color, por Alex Lorenzo.
Save trees, save earth, por Dvartworks.
Hype é um termo quase pejorativo que usávamos pra definir a produção em design, moda, produto, música e outras esferas ligadas ao fazer artístico que tinham cara de modinha - normalmente, formas simples, tons pastel entristecidos, fundo offwhite amarelinho... Hoje eu acredito que esse material hype é o que vai caracterizar a nossa época atual, assim como o material sujinho, grunge, é a cara dos anos 90. E isso é interessante pacas!

Between Bears from Eran Hilleli. Uma das minhas animações preferidas.

Eu nunca fui muito boa pra fazer materiais hype - minha melhor tentativa deve ter sido o logo do TCC, ou a identidade de um festival, feita com a galera da Júnior. Mas talvez eu conseguisse algo hype e legal numa mani... E gostei tanto da ideia que fiz até tutorial...


Fazia muito tempo que não esmaltava com branco. Havia pensado em usar um offwhite de fundo, mas preferi seguir a referência e testar minhas habilidades em esmaltação hahaha. Tinha em mente que o Blanc era um dos melhores brancos corretivo que tinha no mercado nacional, mas me decepcionei um tanto... Estava meio grosso, repuxando e manchando - o vencimento será só em dezembro deste ano... -, e apesar do pincel meio descabelado, consegui fechar na segunda camada., e fazer/limpar a esmaltação longe da cutícula com certa facilidade.


A Megan provavelmente fez o esponjado em todas as unhas e traçou as linhas brancas depois, enquanto eu pensei no contrário - protegeria as partes brancas e aplicaria os esmaltes coloridos no resto. As cores que selecionei para usar foram o Charmosa da Dote, o Carteado da Passe Nati e o Flor de Lótus da Jade. Usei uma esponja de banho cortada pra aplicar as cores, e o lindo Friends, esmalte artesanal da Ste - quem quiser saber das novidades dos indies dela, só ficar de olho na fanpage! - pra finalizar algumas unhas, já que os tons dos glitters eram parecidos com os dos esmaltes que escolhi. Gostei muito dessa mani! Abaixo, o tutorial do anelar - o dedo médio foi feito com as mesmas fitinhas para nail art, o mindinho e o polegar, com Scotch Tape, como já mostrei nesse post, e o indicador, apenas com glitter. Como a base é esmalte branco, prefiro usar extra brilho transparente, já que alguns roxinhos podem deixar a cor arroxeada. O melhor top coat assim que encontramos nas perfumarias brazucas é, na minha opinião, o transparente da Ideal.


E aí, alguém disposto a tentar? Essas fitinhas fininhas para nail art são vendidas pelo Ebay - é só procurar por striping tape. São muito versáteis - servem tanto pra proteger partes da mani, como a fita adesiva, quanto pra serem usadas nas unhas, fixando com extra-brilho. Nesse tipo de mani na qual elas são usadas como proteção, é bom grudá-las algumas vezes na mão antes de aplicar em cima do esmalte para que percam a cola, como nas tape manis, evitando que elas arranquem o esmalte de base.

22 comentários:

Slumber, Gimimimi

19:59 Gi Milanetto 11 Comments

Duas camadas de Noite Africana, Colorama, uma camada de Slumber, Gimimimi, finalizado com Verniz Extra Brilho, Impala.
Essa é a misturinha que creio ser a mais bonita dentre as que já fiz. Raramente me aventuro nas alquimias esmaltísticas - normalmente, apenas quando vou mandar algo pra alguma amiga dos esmaltes, ou pretendo encontrar alguém pessoalmente e dá tempo de preparar presentinho. Esse, que chamei de Slumber e nem rótulo coloquei, que né, casa de ferreiro, espeto de pau, fiz de presente pra fofa da Lari - começou que ela queria me mandar um Fantasy Fire de presente, eu queria retribuir com Jades, aí fomos achando mais e mais coisas que a outra queria e acabou que fizemos uma trocona - o Champagne da Realce, do post passado, inclusive, foi presente dela também!


Os holográficos da Jade, pra mim, são os holos mais legais que existem pra fazer misturinha, já que têm um prisma legal e encontro na minha cidade à preços bons. Já devo ter usado uns 5 vidros de Psicodélica nas alquimias! A base deste também foi o Psicodélica, mas não me lembro exatamente de quais outras cores coloquei...


O prisma ficou disperso e super suave, e é mais visível no sol - todas as fotos acima foram tiradas no sol. Na sombra, o esmalte tem uma profundidade muito bonita, e mostra um brilhinho holográfico ou outro, como na foto abaixo.


O tom flerta com o roxo e com o azul, talvez uma boa definição de tom seja um periwinkle. Também tem uns microflakies roxos, responsáveis por esse 'halo' ao redor do prisma, na foto abaixo.


Meu vidrinho tem menos de um dedo de esmalte, só fiz cheios o da Lari e um segundo pra Lu, e estou um tantinho arrependida de não ter feito cheio pra mim também, já que gostei muito desse esmalte - acabamento e tom, além de ficar bonito em qualquer luz. Pensei em carimbar, mas gostei tanto do dito-cujo que nem quero enfeitar!


Os macros foram tentativas falhas de captar os brilhinhos roxos, mas nem por isso as fotos ficaram menos bonitas. O prisma espalhado desse esmalte me encanta!


Depois de ter passado, achei que lembrou bastante o Dirty Berry da Catrice, esmalte pelo qual fiquei babando depois de ver nas unhas da Eve e que comprei recentemente mas tá de refém nos Correios enquanto não for lá pagar, que a caixa foi tributada ;( Como ficou ralinho, já que o Psicodélica é bem ralo, usei o Noite Africana como base (e também pra economizar a miséria de esmalte que fiz hahaha).


E aí, quem mais se aventura nas misturinhas de Jade? A marca como um todo tem me agradado bastante, no meio das decepções que tem sido os lançamentos das grandes nacionais... ok ok, recentemente comprei três Impalas que achei lindos, mas isso é assunto pra outra hora.

11 comentários:

Black Tie, Jade + Champagne, Realce . Dia do Rock

19:04 Gi Milanetto 18 Comments


Uma camada de Cristal, Rivka + uma camada de Black Tie, Jade ou uma camada de Champagne, Realce.


Estou um dia atrasada nessa postagem - o Dia Internacional do Rock é comemorado em 13/07 mas olhem minha cara de desprezo pro fato do atraso na foto acima, mas acabei dedicando o dia à estudar e a noite à ir à quermesse HAHAH, e deixei as fotos pra hoje.


Ano passado, um tanto mais inspirada, fiz duas manis pra esse dia, ambas com spikes pra roupas adaptados - uma mais 'rock clássico' e outra, mais 'punk', embora eu ache spikes um elemento bem mais característico do segundo estilo... Esse ano, embora já tenha conseguido comprar studs próprias pra nail art, acabei optando por referenciar uma das grandes bandas de rock que já existiram, na minha opinião - o Queen.


E diante da minha cara de 'hm, conte-me mais' da foto acima, eu conto. Queria um preto com um toque de dourado, o escolhido foi o Black Tie, da Jade, por ser composto por pequenos glitters holo e alguma coisa dourada, conforme dará pra ver no macro mais adiante. Ele estava guardado junto com esse douradinho pálido da Realce, o Champagne, e o separei pra fazer alguma unha de destaque, já que só a coroa nos anelares acabaria ficando muito simples pra algo que homenageia o Freddão.


Essa é uma versão "bem-tirada" da foto que postei no Instagram no dia de fato do rock, porque nunca tinha feito uma mani que combinasse tanto com esse anel sorridente...


Deem uma olhada na composição de glitters do Champagne... Uma única camada sobre o preto foi o suficiente para essa cobertura. Com muito glitter dourado fininho e alguns maiorezinhos, faz bem o tipo de dourado pálido do qual eu tanto gosto. Tem ainda uns azuis/verdes holo perdidos no meio do mar de douradão, e juro que não sei dizer se é defeito do meu vidrinho ou todos são assim, mas de qualquer forma, gostei e achei que é um detalhe a mais.


A coroa é de um metal um pouco maleável, sendo possível ajustá-la à curvatura da unha. Essa é a única unha que levou extra-brilho para que o adorno fosse fixado, e na foto acima dá pra ver os microflocos dourados que compõem o Black Tie - sem o macro, eles são imperceptíveis, garantindo apenas brilho e profundidade à cor...


Pretinho básico não tão básico assim, ainda mais quando usado junto de elementos dourados. Tenho gostado muito desse tipo de combinação...


Simpatia pouca é bobagem pra essa caveira de chapéu, não?
E pra quem quiser um teco de rock atrasado, encerro com uma das minhas músicas preferidas de uma das minhas bandas preferidas.

18 comentários:

Skull & Glossbones + Pueen 09

11:53 Gi Milanetto 14 Comments

Duas camadas de Skull & Glossbones, OPI, carimbado com Pueen 09 e esmalte para carimbo branco, Puella.
 Creio não ser lá muita novidade pra ninguém o fato de eu gostar muito de pavões... Recentemente, estava escolhendo alguma estampa dos kits da Pueen pra usar, e não consegui evitar esse combo de penas de pavão. Testei de vários jeitos, com os lindos multichromes que imitam as penas dos bichinhos... Mas acabei optando pela versão branca deles, que também é muito bonita.


Eu sempre achei que fossem variações albinas, mas não - animais albinos tem olhos rosas ou vermelhos, o que não acontece nas fotos que vi por aí. Olhar fotos de pavões brancos vale os cinco minutos que se gasta fazendo isso!


Para a esmaltação, escolhi o meu cor de osso que desencadeou o gosto por esse tipo de tom e que é a referência de cor para o fundo do blog - a do logo é o Muse, da Illamasqua! -, o Skull & Glossbones. É um esmalte bem líquido, mas aplicando com carinho, fecha a cor em duas camadas. Existem algumas boas versões brasileiras desse tom: o Corda Bamba da Colorama e o Dunas da Ellen Gold. O que não funcionou muito bem foi meu branco para carimbo - havia muito tempo que não carimbava com esse tom, e como ainda não existia a linha para carimbo da La Femme ou da Blant, o único esmalte que eu tinha para tal era o da Puella, que é bastante ralo e transparente. Na verdade, creio que ele piorou nestes dois anos de não-uso, já que na foto da última carimbada com ele, parece melhor... Enfim, preciso de um novo branco para carimbo...


Gostei muito da delicadeza dessa mani, e pretendo repetir a combinação de tons com um branco para carimbo melhor. Até porque são tantas estampas lindas nos kits da Pueen que só dá vontade de estampar!


14 comentários:

Hype, Ana Hickmann

21:05 Gi Milanetto 7 Comments

Duas camadas de Hype, Ana Hickmann, e anelar carimbado com esmalte para carimbo Prata, La Femme, e placa Bundle Monster 322.
Devo estar realmente preguiçosa, que minhas últimas esmaltações foram feitas exclusivamente em função da facilidade de se esmaltar... O escolhido, desta vez, foi esse Ana Hickmann de vidro bonitinho e bastante superfaturado.


 O Hype tem um tom verde petróleo com bastante cinza e um teco de azul. De acordo com a luz do ambiente, o  tom predominante passa do verde para o azul. A cobertura na primeira camada é bastante boa, assim como a secagem. Como achei que algumas unhas ficaram com manchas, optei por duas. O pincel também é bem legal de se usar. Na embalagem é dito que se trata de um metálico, porém não sei se concordo muito, já que não ficam marcas de cerdas e o que se vê não é um acabamento exatamente metálico, e sim alguns brilhos prateados, garantindo profundidade à cor (que não é nada jelly, como costumam ser esmaltes com brilhinhos). Por conta disso, optei por carimbar com prata o pied de poule da Bundle Monster, algo que tinha vontade de fazer há tempos, mas que não ficou tão legal nessa combinação.


 Levei muito tempo desde o lançamento desses vidrinhos até topar gastar uns sete dinheiros numa das cores. Felizmente, a qualidade do esmalte é boa e o tom me agrada bastante, mas sinceramente, ainda acho caro, já que a fórmula não é 3-free e contém os mesmos 9ml de qualquer outro esmalte da marca. O vidro, como já disse, achei bonito, e o rótulo, quase - se não tivesse esse bloco de texto de fundo offwhite na margem inferior, eu provavelmente teria tirado várias outras fotos segurando-o. Porém, pensando em como andam as embalagens dos esmaltes nacionais, essa definitivamente não está tão mal das pernas assim...


Mesmo com todas as minhas birras, adorei as facilidades do tom, e esse seria um feliz integrante da minha caixinha dos esmaltes da pressa. E vocês, o que acharam?

7 comentários:

What Wizardry is this?, OPI

16:10 Gi Milanetto 9 Comments

Duas camadas de What Wizardry is this?, OPI.

É quase incrível como nos últimos tempos não tem dado muito certo de passar horas testando vários esmaltes e escolhendo a combinação mais interessante... Estava planejando carimbar novamente com alguma outra linda estampa da Pueen, mas acabei saindo às pressas e, consequentemente, escolhendo um esmalte às pressas. Mas foi uma escolha tão feliz que até valeu fotografar...


O What Wizardry Is This? faz parte da coleção Oz The Great and Powerful e é provavelmente o mais bonito da coleção ;/, e é um integrante da família Liquid Sand, nome dado ao acabamento com textura da marca. O que achei mais interessante nesses texturizados é que ainda não vi dupes - provavelmente, o material que cada marca usa para gerar o acabamento é diferente, então acabamos tendo muitas, mas muitas opções de cores e aspectos...


Este é mais delicado que o Rubin, da Dance Legend, porém mais grosseiro que o Godiva, da Zoya. E dos próprios OPI que já usei, é mais suave que o Stay The Night. Não possui glitter como os Mariah Carey, mas ainda assim brilha bastante, num tom meio dourado que combina muito com o marrom frio que predomina no esmalte.


O pincel da OPI é um dos melhores que já usei - encaixa-se muito bem na unha e quase não borro ao pintá-las. A infelicidade na escolha deve-se ao fato de terem sido necessárias duas camadas, e a secagem ser lenta - o arenoso da Dance Legend levou uma única camada e secou bem mais rápido. Acho que vou montar uma caixinha chamada "esmaltes da pressa", aqueles que ficam bons com uma única camada, secam rápido e são fáceis de limpar...


Marrom é um tom que divide opiniões, sei que tem muitas meninas que não suportam, e outras que amam. Eu, particularmente, gosto bastante, e fiquei feliz com o resultado deste meu OPI. E vocês?

9 comentários: