Hope, Penélope Luz + Mixtape Nails.

13:00 Gi Milanetto 4 Comments

Três camadas de Hope, Penélope Luz + triângulos com Água Marinha, Realce e stencil Bizarre Love Triangle, Mixtape Nails.

Acho que passei mais de uma semana usando o Hope. Ia só testar, como quem não quer nada, como ficava alguma Mixtape sobre ele, usando um esmalte mais translúcido pra que aparecessem os glitters do artesanal mesmo depois de feita a nail art...



...E acabei prolongando por mais uns dias a mesma esmaltação. Essa é a primeira cartela que desenhei - chama-se Bizarre Love Triangle. Já tinha feito uma mani usando-as e deletei o conteúdo do post sem querer, preciso reescrever qualquer hora e também já tinha feito um anular usando fitinhas pra nail art, e posso dizer que estou muito satisfeita com as Mixtapes... Era extremamente trabalhoso sem elas. Acertei demais nesse dedão, por isso a foto dele...


 A área das cutículas não ficou tão legal porque né, se nas fotos com a pena o esmalte estava antigo, agora já tem um vão considerável na região, o que dificultou a limpeza da segunda camada de esmalte. Ainda assim, gostei muito do fato dos glitters ainda estarem visíveis, por conta do Água Marinha ser meio jelly. Vou fazer mais combinações como essa!


Lembrando que o sorteio do blog ainda está valendo! Quem ainda não se inscreveu, passa nesse post! Quem quiser comprar o artesanal bonitão usado como base, é só passar na Fanpage da marca, na qual estão sempre sendo listadas as lojas revendedoras. Pra adquirir Mixtapes, só dar uma olhadinha no site!


4 comentários:

Sorteio . Dois anos de Gestos Precisos!

14:00 Gi Milanetto 37 Comments


E eis que já faz quase dois anos desde que resolvi levar adiante o projeto de voltar a ter um blog! sim, eu tive um blog lááá em 2003, nos primórdios da coisa hahahaha obviamente, os assuntos não passavam nem perto dos do Gesto.

E recentemente, eu aprendi que a gente deve comemorar todas as etapas, porque isso faz bem tanto pros nossos projetos quanto pra nós mesmas. Então cá estou eu, comemorando! Tenho algumas coisinhas guardadas desde o primeiro aniversário do blog, mas dessa vez botei o negócio pra funcionar. Não é um super prêmio, mas é a única forma que encontrei de agradecer pela companhia de vocês neste tempo todo - o ideal seria conseguir enviar alguma coisinha pra todo mundo, mas bem sabemos como seria impossível... Bom, torçamos pra que seja uma experiência legal, que nunca fiz sorteios antes!

A vencedora receberá no conforto de seu lar (desde que resida no Brasil - o sorteio está aberto nacionalmente apenas, que se os correios já estão ruins aqui dentro, imagina pra fora...) a seguinte montanhinha de mimos:

  • Um Dueto de Esmaltes da Granado, nessa latinha fofa que contém as cores Cyndi e Chrissie;
  • Um duo de esmaltes texturizados da Anita, contendo as cores Mar do Caribe e Império;
  • Um duo de esmaltes artesanais by Dany Vianna, o Mad(Bad) Romance, contendo as cores Harley Quinn e Joker;
  • Um vidrinho do Mistery Gray, duochrome d'O Boticário;
  • Um vidrinho do esmalte texturizado da Urbanik, na cor Partiu Night;
  • Uma rodinha de metais pra nail art;
  • Todas as cartelas já feitas da Mixtape Nails (inclusive alguma que eventualmente ficar pronta até a data do sorteio!)

E se eu conseguir aumentar a montanhinha, aviso! 

Uma olhadinha nos vidrinhos do mimo!


Pra participar, é só responder à pergunta do questionário abaixo! As chances aumentam visitando as fanpages do Gesto e da Mixtape no Facebook, e se você for uma curtidora de ambas, enviarei um mimo a mais ;) Também pode compartilhar a primeira imagem do post em qualquer rede social e deixar o link pra aumentar as chances, uma vez por dia!

O sorteio também é pra comemorar que as Mixtape Nails já começaram a ser vendidas! Pra pedir as cartelas das quais você mais gostar, é só dar uma olhada no site, no qual tem todas as instruções. Aliás, já viram os posts lindos da Kelly e da Wal usando alguns dos stencils?

Por enquanto é isso! O sorteio será realizado pelo app do final desta postagem, no dia do aniversário do blog - 15/04 - então até lá, as inscrições estão valendo. A vencedora será anunciada numa postagem neste dia, e terá uma semana pra entrar em contato comigo, para que eu possa pegar os dados dela. Caso contrário, um novo sorteio será realizado!

Espero que gostem da brincadeira, e que participem!


a Rafflecopter giveaway

37 comentários:

Hope, Penélope Luz

17:29 Gi Milanetto 6 Comments

Três camadas do Hope, Penélope Luz, finalizado com Verniz Extra Brilho, Impala.


O vidrinho da vez nem estava nos planos de postagens próximas - normalmente, tenho fotografado de madrugada, com luz artificial e alguns truques pra melhorá-la, mas ontem estava com uma dor de cabeça de outro mundo, e não tem muita coisa que dá pra gente fazer quando tem dor de cabeça - fotografar esmalte é uma das poucas que dá certo. Tinha achado minhas fotos do Hope muito escuras, por conta do fundo que havia escolhido, e resolvi testar o verde menta.


Peguei a pena que deixo de enfeite na escrivaninha e acho que consegui fotos bonitas como há tempos não conseguia! Mas vou usar as de fundo escuro também, que né, já tavam feitas mesmo...


Foram três camadas finas do Hope, da Penélope Luz. Até pensei em usar algum esmalte com esse mesmo tom como base, mas ainda bem que desisti - por conta das três camadas, os glitters da primeira, especialmente os pretos, ficam mais esmaecidos por conta do pigmento da base, o que deixa a esmaltação com mais profundidade - parece aquele esquema de 'pond manicure'...


O tom dele é um teal claro, mais verdinho que azul, e os glitters são bem delicadinhos: pretos, dourados e teal holográfico, pra dar um brilhinho a mais.


A duração dessa esmaltação também tem sido muito boa - já tá até com um vão maior perto da cutícula, que faz dias que estou com este esmalte, e nada de lascas.


Coloquei-o nas unhas pensando em usar alguma Mixtape, mas ainda não deu certo. Se eu o fizer, haverá outra postagem com o bonito... Se não, tenho certeza de que é um vidrinho que entra pra fila dos que quero repetir, já que adoro esse tom...


  Quem quiser este ou qualquer outro vidrinho da Penélope Luz, só dar uma passadinha na fanpage da marca, na qual se avisa sobre as lojas que possuem essas belezinhas em estoque.


6 comentários:

Não é bagunça.

13:06 Gi Milanetto 5 Comments

Que esmalte não é bagunça, a gente já provou usando uma hashtag que é uma velha conhecida das viciadas antigas. E agora tem tanta gente que não é desse universo dando palpite, que não consegui me manter calada. Este vai ser o primeiro post sem imagens do blog, e tá grandinho - logo mais posto algum com fotos bonitas, pra ninguém ir de TLDR apenas.

Esmalte não é bagunça.
Conheci diversas mulheres para as quais o pequeno ato de dedicar um tempo ínfimo à si mesma gerou mais benefícios que qualquer sessão de terapia. Conheci grandes amigas que vou levar pra vida toda, com as quais jamais teria trocado uma palavra se não fosse por essa coisa estranha que é fazer um selfie das mãos com as unhas pintadas e postar na internet.

Todas as pessoas têm seu momento de escape de uma rotina normalmente maçante - uma série cult ou uma novela, uma leitura erudita ou revista de consultório, uma pausa praquela música que toca fundo a tua alma ou pra descer até o chão ao som do pancadão, jogar golfe com os amigos ou assistir à uma partida de futebol. Tudo está na esfera do entretenimento, e tem um bom tempo que o entretenimento não é mais tão solitário, e sim social - na verdade, não consigo imaginar um mundo sem o comentário sobre qualquer produção ficcional - livro, novela, série - na hora do cafezinho. O esmalte seria apenas um cosmético se a gente não tivesse feito dele um entretenimento social - que atire a primeira pedra quem acompanha alguma (ou todas) das diversas redes sociais nas quais as esmaltólatras se meteram - blogs, Flickr, Tumblr, Instagram, Facebook - há tempos sem nunca ter interagido de alguma forma. O mesmo Rosa Antigo que minha avó passava nas unhas toda semana na manicure agora abrilhanta as minhas, mas também serve pra que eu me dedique um pouquinho à mim mesma, converse com as minhas amigas e me sinta bem. Será que, tirando a instância tecnológica, é tão diferente assim do que minha avó fazia? Acho que sim e não.

Bom, com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades, diria um já clichê do entretenimento. As coisas estão rápidas, não tem muito espaço pra deslizes. E o que rolou agora foi um deslize bem feio. Vou só fazer um único paralelo, depois do meu discurso inflamado sobre o que esses vidros coloridos podem representar na vida de gente como eu e vocês, leitoras desse canto: existem diversas produções audiovisuais nas quais não há duas ou mais personagens femininas com nome, que mantenham algum diálogo entre si sobre qualquer outra coisa que não homens. O Senhor dos Anéis, Star Wars, Pulp Fiction, e não sei mais quantos títulos bacanas estão na lista dos que não passam no chamado teste de Bechdel. A sensação que tenho ao olhar pra isso é que, pra quem produz entretenimento, não há relevância no que mulheres poderiam conversar, então isso pode ser suprimido. Já no mundo real, aposto que tanto eu quanto vocês falamos entre nós sobre muitas coisas além de homens. E é aí que rolou o deslize.

"O assunto número 1 das conversas, em 6 cores que vão dar o que falar."

Existem homens usuários de esmalte, a gente sabe disso e em alguns ambientes - ao menos nos que eu frequento, conheço dois ou três -, eles são acolhidos e conversam conosco tranquilamente. Mas estamos majoritariamente num ambiente feminino, e vamos retomar aquele discurso lá de cima: a maioria de nós, as loucas dos selfies das mãos, e as outras mils usuárias de esmaltes desse Brasil, temos milhares de assuntos número um além dos homens - incluso o próprio esmalte, o que me deixa ainda mais indignada, vindo de uma marca de esmaltes que deveria achar bacana deixar de ser só mais um cosmético e se tornar um incitador de redes, mas pelo visto, ela prefere ficar na instância mais superficial e ser só verniz de unha, com o perdão de todos os trocadilhos. Essa coleção, ao meu ver, rebaixa o que a gente construiu em torno dos vidrinhos e de nós mesmas, nos retratando como pessoas que só sabem falar de homem. Não é porque somos mulheres que só temos interesse em amor - eis mais um reforço de estereótipo. Homens que amamos? Eu de fato amo uns poucos homens, mas amo muitas outras coisas que preferia ver representadas nas minhas unhas... E logicamente, também não os amo porque me fizeram o jantar (argh), me mandaram mensagem ou flores. Essa problematização já foi feita por aí, e eu recomendo as leituras.

Por fim, procuro ser construtiva no que faço - não vou dizer 'issae tá uma porcaria', e sim 'que tal se fosse assim?' E dessa vez, já foram construtivos por mim. Querem falar de homem? Em 2011, a Lorena fez um trocadilho bobinho na coleção "Com quem vou sair?", na qual os esmaltes tinham nomes de celebridades masculinas - então, posso falar que "hoje vou sair com o Elvis" (que é um dos meus esmaltes preferidos, aliás). Acho legal marcar que a ação está na usuária, que saiu com o Fulano, e não no fulano, que 'disse eu te amo'. Mas na minha opinião, num produto para mulheres, deve-se empoderá-las. Também em 2011, a coleção dos craquelados da Rivka, com nomes como Frida, Pagu, e Anita, me fez pesquisar e descobrir que Cacilda, o único vidrinho que comprei da coleção, representava (provavelmente) Cacilda Becker, um nome importante no teatro brasileiro - podem me chamar de aculturada, mas acho o máximo poder dizer que descobri uma personalidade feminina relevante por causa do nome de um esmalte (o mesmo aconteceu com o mito da Lady Godiva, nome de esmalte da Zoya). Ano passado, a Granado lançou no ano passado uma coleção cujos esmaltes foram nomeados em homenagem à grandes mulheres escritoras. Erudito demais? A internet soluciona! Já pensaram numa coleção que referencie as Mulheres Fodas? Entendo quem possa se incomodar com o palavrão do título e com o esmalte da Valesca, mas ao meu ver, reafirmar que somos donas de nossos próprios corpos, ainda que com palavras meio esdruxulas, num ambiente tão objetificador quanto o funk, é legítimo, e me soa muito menos ofensivo do que dizer que nosso assunto número um é homem.

Enfim, isso é só uma reflexão com a intenção de mostrar que dá pra fazer melhor, porque eu realmente acredito que isso tudo não é só esmalte e que nada é sem querer querendo. Voltemos à programação normal, porque né... Isso aqui não é bagunça.

5 comentários:

Geometric . Mixtape Nails

13:00 Gi Milanetto 5 Comments

Duas camadas de Francesinha, Ellen Gold. Padronagens com Preto, Ki Cor e Onix, L'Apogée, usando a cartela Crystalised da Mixtape Nails.


E lá vem a Gi mostrar mais manis spoilers da Mixtape Nails... Quando comecei a pensar nessa, achei que ia acabar virando uma baita bagunça, mas no fim das contas, curti e usei uns diversos dias...


Queria mostrar as diversas possibilidades de uso das tapes da Crystalised, uma das minhas cartelas preferidas - eu sou louca por padronagens geométricas, e triângulos em especial.. Então botei muitos ângulos retos e agudos, pra conseguir muitas variações de manis.


A escolha de cores provavelmente foi coisa da Dany encarnada na minha mente - segundo essa amiga doidinha, dourado nunca é demais, e de vez em quando, ao palpitar numa combinação de cores, a primeira sugestão dela é sempre 'dourado'. Teje feita a homenagem, amiga! HAHAHA Aliás, essa linda finalmente veio pro submundo dos blogs de esmalte, vocês já passaram por lá?


Pra combinar com o dourado todo, um anelzinho (e eu sempre lembro da querida Iva quando falo assim...)


A combinação do anular foi a que particularmente me agradou mais, embora também goste muito dos triângulos empilhados do dedo mínimo e do polegar - até fiz uma foto pro polegar se destacar...


Esse padrãozinho geométrico dos degraus é algo que sempre quis fazer, mas sou extremamente preguiçosa e raramente encaro fazer nail art com pincel. É uma confissão meio egoísta, mas uma das coisas mais bacanas de conseguir produzir algo é satisfazer aos próprios desejos...



E as 'fotos oficiais'... Não sou muito boa em fazer a mesma pose sempre, além de tremer muito... Por isso inventei de fazer o papercraft de pedra preciosa, com o qual vou tirar as fotos pro Mixtape sempre. A gente se vira com as próprias limitações, né...


Espero que tenham gostado dessa mani tanto quanto eu gostei! Se quiserem saber sobre as tapes, só seguir a Fanpage, que por tudo é informado direitinho!

5 comentários:

Dragon Scales . Mixtape Nails

14:00 Gi Milanetto 14 Comments

Uma camada de Preto, Ki Cor + escamas com Roz, Dance Legend e Mixtapes Under the Sea.


Eu não esperava que esta mani fosse ficar tão bonita quanto ficou, definitivamente... E as fotos também colaboraram, embora todos os esmaltes envolvidos aí tenham seu mérito - o Preto da Ki Cor é um dos pretos mais bem pigmentados e fortes que eu tenho, numa camada já garante cobertura e seca bem rápido, e o Roz é um multi cabulosamente lindo da Dance Legend, também bastante digno no quesito pigmentação, além de ser um multi bem 'liso', sabem? Quase não dá pra ver o pigmento, parece realmente uma camada de um cremoso que muda de cor o tempo todo (?) é, sou meio confusa nas sensações sobre os esmaltes.


Pra fazê-las, aproveito e trago uma novidade: usei uma cartelas de Mixtape Nails, stencils vinílicos que estou começando a fazer! Essa padronagem se chama Under the Sea - nomeei assim porque o formato lembra escamas.


Já a manicure foi feita nessas cores, com multi e preto, porque dragões também podem ter escamas - teria sido uma boa oportunidade pra repetir o Dracarys...


Foi bem simples: depois que o preto estava completamente seco, passei látex nas cutículas, posicionei os stencils nas unhas, pressionando bem perto das cutículas e no canto das unhas pra que aderisse direitinho, e pincelei o Dance Legend divo, retirando o stencil bem rapidinho. Quando o adesivo está bem aderido à unha, fica simplesmente perfeito!


Essa unha não era a minha escolha pra mostrar a novidade, mas gostei demais do resultado e mudei de ideia além de ter apagado sem querer o post completo e escrito da mani que deveria ter sido a primeira ;/ O mais divertido dessa mani é que fotografei na correria, escolhi com pressa tanto o fundo quanto o anel, e creio que não teria escolha melhor disponível, tudo combinou hahahah...


A luz no local no qual gosto de fotografar facilitou demais o registro da multicromia do russo - tons de rosa, verde e dourado. Mas na maior parte do tempo, eu enxergava minhas unhas como na foto abaixo (e ainda acho que elas continuavam lindas)...

Isto é uma tentativa de arrumar uma pose padrão.
E vocês, usariam a mani de escamas? Já deram uma passadinha na fanpage ou no perfil no instagram da Mixtape Nails? Ainda são tão fãs de multis quanto eu? Espero que tenham gostado da novidade!


14 comentários:

Green Green Grass, by Dany Vianna

13:00 Gi Milanetto 6 Comments

Duas camadas de Holo Dourado, Ellen Gold + duas camadas de Green Green Grass, by Dany Vianna, finalizado com Base Glitter, 5Cinco e Verniz Extra-Brilho, Impala.


Aí que fazia um tempo que não usava glitter matte, e essa combinação foi bem espontânea: tinha passado o Holo Dourado pra fazer uma outra nail art, mas acabei optando pelo Green Green Grass, que faz parte da coleção de primavera da Dany - é a mesma do Monarch, que já postei aqui. E não é que ficou bonitinho? Esse holo fraco é uma boa base pra quase tudo!


O Green Green tem glitters de mil jeitos, em sua maioria, matte, o que torna a mistura mais pesada. Como gosto de carregar bem na quantidade de glitter por unha, resolvi testar aplicá-lo com esponja de maquiagem - ao invés de pincelar a unha com o esmalte artesanal, aplica-se num pedaço de esponja, que absorve a base e permite que a gente deposite apenas o glitter, evitando uma camada muito grossa na unha - já tinham sido uma de base e duas do douradinho, e viriam mais duas de extra-brilho, então é legal pra evitar a sensação de unha gordinha...


Esse esmalte é todo refrescante, como grama fresca de primavera deve ser. Além de me lembrar a música Kiss Me, do Sixpence None the Richer, e sempre comento por aí do quanto gosto de esmaltes musicais hahaha...



Além disso, a primeira misturinha que fiz pra Dany, e levei quando nos encontramos pessoalmente pela primeira vez, na BF de 2012, também tinha esse nome. Até dá vontade de voltar a brincar de misturinha... Alguém ainda tem esse hábito?



Acho que às vezes eu comento que uma das minhas manias estranhas com esmalte artesanal é escolher um dos glitters como meu preferido. Nesse caso, o coroado foi a bolinha verde - tem uma no dedo médio, bem visível. Os outros completam o charme da composição, mas não sosseguei até caças várias bolinhas pra distribuir pelos dedos...



No fim das contas, acho que consegui uma combinação delicada, como todos os glitters da Dany, e ainda assim com um quê de diferente e tenho a sensação de que sempre comento isso quando uso Danys... HAHAH. Quem tiver interesse em comprar este ou qualquer outro lindo da marca, só ficar de olho na fanpage da marca, na qual Dany avisa sobre as lojas que os possuem em estoque.


6 comentários: