Beauty Fair 2015

17:10 Gi Milanetto 3 Comments


E este é o quarto ano consecutivo que vou à feira, mas a feira parece não gostar de mim - sempre preciso de convite, enquanto algumas meninas recebem a credencial sem ter que fazer nada. Já deixo meu obrigada à Marilia, que me arrumou o convite desse ano e pra quem eu devo um cookie hahaha

Desta vez, não pude ir no sábado, quando a maioria das amigas dos esmaltes vai mas passei a véspera, a sexta, na casa de Penélope Luz, cutucando o Tuomas, os esmaltes e de papo com, além da própria e da Bia, as fofas Li e Ágata, então definitivamente não posso reclamar..., então estive por lá na segunda. A feira fica meio chatinha sem companhia pra surtar sobre as novidades lançadas, mas além de ter sentido falta de companhia, senti falta de novidades.

Assim como fiz nos últimos anos, passeei pela feira durante uma tarde, focando em stands de marcas de esmalte, ou que estivessem lançando vidrinhos coloridos. Esse ano, fiquei impressionada com a quantidade de marcas que estavam trazendo esmaltes de gel, aqueles de maior durabilidade que só secam quando expostos na luz negra. Esse tipo de esmalte é muito popular nos Estados Unidos, mas pra cá era algo bastante incomum. Não fotografei esses stands porque, assim como a maioria de vocês, não tenho tanto interesse num esmalte que dure 15 dias quanto tenho em acabamentos diferentes.

Além disso, vi várias marcas tentando vincular suas coleções aos nomes de atrizes e outras personalidades femininas. Não sei se esse aumento é efeito do Frio na Barriga, o azul da minha xará na época da Clara Clarina! de Em Família (beijo, Analú!), porque desde sempre tem esmalte que carrega a 'marca' das famosas do momento - eu tenho umas relíquias esmaltísticas, dentre as quais um Xuxa by Impala e um Adriane Galisteu. Qualquer dia posto eles hahahaha

Um tipo de esmalte que apareceu em diversas marcas foram os neon. Já vi uma série lançamentos de coleções neon desde 2009, quando comecei com esse negócio de esmalte, então não consigo me empolgar com as de agora - talvez sejam cores bacanas pra quem tá entrando agora nesse nosso universo colorido.

Então deixo aqui algumas imagens do que me chamou atenção, pra que vocês me acompanhem assincronamente nesse passeio... Vou dividir as postagens pra evitar quebrar muito o layout do blog, ok?

O primeiro stand pelo qual passei foi o da Foup. Achei a vitrine meio difícil de fotografar, então cliquei o panfleto no qual estavam as coleções lançadas na feira. Várias cores elegantes, cremosas ou peroladas, mas nada que eu quisesse trazer pra casa - os nomes das coleções da feira eram "Nudes", "Vintage", "Elementos" e "Perolados". Na vitrine, só ficou bacana o registro do amarelo com os marshmallows.




Em seguida, passei por uma marca até então desconhecida por mim, a DeLaCor. Lançada na feira, embora já disponível em algumas esmalterias por aí, pelo que vi no Facebook deles, trata-se de uma cartela inicial bastante colorida, mas ainda repleta de cremosos e neon. Estavam sendo vendidos, e como sou alguém já lotada de cremosos, por mais que eu goste deles pra usar de fundo com glitter, não trouxe nenhum comigo, então nem dá pra comentar de pigmentação ou pincel.



Segui meu rumo pro stand da Risqué. Trata-se de uma das três maiores marcas de esmalte do país, e como todos os anos, foram lançadas cores "seguras" - a coleção Diário de Viagem e a Colecionista - nessa última tem o Discos de Vnil, meio duo, o mais diferentinho. A marca mandou bem nas vitrines, então mesmo os vidrinhos sendo comuns, dá vontade de clicá-los.







Também rolou a ampliação da linha de cuidados da marca, numa série de produtos para o "ciclo da manicuração". O extra-brilho de secagem rápida da marca, o "roxinho", nunca foi bacana pra mim - comprei logo que foi lançado e tive minhas esmaltações encolhidas, comprei novamente após a mudança de embalagem, porque li por aí que tinha sido reformulado, e continuo com o mesmo problema. Daria uma chance pro creme de mãos e talvez pra outros produtos.


Uma nova marca que também caprichou muito nas vitrines foi a Ana Maria Braga. Com vidrinhos bojudinhos e uma cartela de cores também cremosas, talvez inclusos alguns perolados, acredito que eles foram uma das empresas que mais investiram na feira. Ganhei um roxinho deles, o Ana Maria, que testei e consegui cobertura com duas camadas - e o pincel é achatadinho, bem bacana. Pessoal do stand foi super receptivo comigo, mesmo não tendo todas as informações possíveis da marca.





Por hoje, é isso! Ainda essa semana saem mais partes com mais marcas que eu visitei durante a feira, espero que gostem do pequeno passeio!

Espia isso também!

3 comentários:

Gabi disse...

muito bom ver notícias da BF por aqui tb. Fotos lindas. Obrigada por compartilhar, Gi. Beijoosss

Keila Lopes disse...

Eu fui à feira no domingo apenas... Muita coisa para se ver, não é mesmo? Esse foi o meu primeiro ano de feira e o que achei engraçado é que a maioria das "novidades" já haviam sido divulgadas antes! Adorei as fotos e com certeza vou passear na feira novamente pela feira, agora com você aqui pelo blog...

Beijos
Esmalterizando - Apaixonadas por EsmalteInstagramFacebook

Gi Milanetto disse...

Gabi <3 Só faltaram azamiga nessa ;/

Keila, sempre tem mais coisa pra ver do que um dia permite! Normalmente, rolam lançamentos de fato na feira, mas acho que esse ano a coisa tava apertada e lançaram antes pra levantar uma grana mesmo... Obrigada por comentar <3