Marsala, teal e triangulados . Mixtape Nails

15:00 Gi Milanetto 7 Comments

Indicadores e mínimos: duas camadas de Ciao Milão, Risqué; polegares: duas camadas de Savage, Sinful Colors; médios e anulares: duas camadas de Francesinha, Ellen Gold + stencil Bizarre Love Triangle, Mixtape Nails, esponjado com Ciao Milão da Risque, Dunas da Ellen Gold e Savage, Sinful Colors, finalizado com Extra Brilho, Ideal.


Este ia ser aquele post Severino, quebra-galho, multi-uso: ia usá-lo pra falar das Mixtapes, do Marsala e do meu amor por triângulos. Aí fiz alguma besteira que levou o Blogger a apagar todo o meu texto T_T Bom, lá vamos nós de novo.


Todos os anos, a empresa Pantone lança uma paleta de cores que dominarão a estação - desde roupas, a decoração, a gente cansa daqueles tons e às vezes nem sabe porque insistem tanto nele: é a grandona da Pantone ditando as regras nos bastidores.


Na coleção lançada na Beauty Fair 2014, a Risqué deu um passo na frente antes de dar um pra trás com a coleção Homens que Amamos e lançou um Marsala nacional bem lindo e com boa cobertura, o Ciao Milão. Quando bati o olho nos Pantones da estação e no destaque todo dado pro Marsala, fiquei pensando 'nossa, que tradicional, marrão', porque minha mãe sempre gostou muito da cor (e acho que associo tudo que é tradicional à mamãe, tadinha hahaha)...


 Então, pra quebrar a seriedade da cor, resolvi fazer uma mani que trouxesse um toque de contemporaneidade. Nada melhor que uma estampa geométrica e um teal bem lindo e provavelmente minha filha vai associar tradição à coisas geométricas e teal, mas...


O Francesinha da Ellen Gold é o melhor branco que possuo, até o momento. Não arrasta e não mancha, cobrindo com duas camadinhas. Quando usei a Crystalised, fiquei uns dias só de esmalte branco e até que gostei! Acho que um branco bem aplicado é um dos esmaltes básicos que mais valorizam uma unha bem cuidada...


Minha intenção inicial era pintar cada triângulo dos stencils da Bizarre Love Triangle com uma das cores escolhidas, como Lu fez com a Gnawa aqui - o Dunas, meu cor de osso amado, o Ciao Milano, famoso Marsala e o Savage, teal divino que ganhei da Dany. O problema é que este teal seca fosco e rápido demais, o que acabava arrastando tudo ao retirar as fitinhas.


Pra resolver essa questão, fiz um esponjado aleatório - apliquei gotinhas dos esmaltes numa esponja de maquiagem e 'carimbei' em todas as unhas, retirando o stencil rapidamente. Aí deu certo!


As mais observadoras repararão (ou não) que a espessura das fitinhas desta mani e da outra que postei com a mesma cartela está um pouquinho diferente. Essa era uma versão beta da Bizarre - fiz e refiz diversas vezes cada uma das cartelas, procurando testar e deixá-las o mais adequadas e delicadas possível. Acho que essa também era feita com um dos materiais que eu descartei...


Ainda assim, achei legal de postar, porque é mais uma referência de modo de uso e possibilidades de cores. Sempre comento com as meninas que acabo gastando mais tempo na escolha dos esmaltes e tons que vão compôr a mani que esmaltando em si. Ainda invento um bom método pra acelerar esse processo...


Acho que minha intenção inicial era inverter as unhas com cremosos - numa mão, o Marsala no indicador e mínimo, e o teal no polegar, e na outra, o inverso. Mas esqueci e acabei deixando o teal só pros polegares HAHAHAH


Espero que tenham gostado de mais um post sobre as fitinhas - as possibilidades são infinitas! Se quiser comprar esta ou qualquer outra cartela de tapes, só dar uma espiada no site e escolher seus modelos favoritos!


7 comentários: